Prato Cheio: Absolut Art Bar

Jana Constantino qua, 12/08/2015 - 12:28

Além de muita música, intervenções artísticas, drinks e uma bela vista do Recife, o projeto Absolut Art Bar, que ocupa o prédio onde funcionou o Santander Cultural, no Recife Antigo, até o próximo domingo (16), também tem comidinhas das boas. O cardápio foi elaborado pela chef Deborah Doitschinoff, irmã do artista paulista Stephan Doitschnoff, responsável por toda a curadoria artística do local. 
@
As opções para comer para são rápidas e práticas, no esquema finger foods. Tem Bolinho de arroz vermelho recheado com queijo manteiga e gorgonzola, com três molho de pimentas com mel de abelha uruçú (R$16); Croquete de carne do sol e milho verde, servido com chutney de umbu (R$16); Sanduíche com pão de macaxeira de linguiça flambada na cachaça envelhecida com creme de queijo coalho (R$20). Há ainda a opção do Caldinho de tomate, coco e gengibre com e camarão (R$8). No quesito doces, duas gostosuras: Brownies feitos com manteiga de garrafa, cacau orgânico, castanha de baru e pimenta (R$16); além do Sorvete de mangaba, com calda de hibisco e farofinha de bolo de rolo (R$16).

Mas o forte mesmo do Absolut Art Bar são os drinks. Assim como toda a cenografia do espaço, as bebidas também são inspiradas no livro “10 Billions”, de Stephen Emmott, que relata as consequências sociais quando a terra atingir esta marca em número de habitantes, prevista para 2050, uma espécie de era pós-apocalíptica. São seis opções exclusivas, criadas especialmente para a ação. Destaques para "Antracnose" (60 ML Absolut vanillia, 15 ML Xarope de gengibre, 30 ML Suco de cajú concentrado, cajuína completa, 5 gotas Aromatic bitter, pedaços de gengibre e rapadura); “Homem X Maquina" (60 ML Absolut Pears, 170 ML chá de casca de abacaxi com capim santo, 30 ML caldo de cana, 4 gotas Aromatic Bitters, folhas de capim Santo); "Municipal Wast" (60 ML Absolut Regular, 15 ML xarope de canela, 100 ML chá matte, espuma de tamarindo com raspa de limão). Cada drink custa R$16.
@
O Absolut Bar abre as portas para o último fim de semana, esta sexta (14), sábado (15) e domingo (16), com entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço, que tem capacidade para 300 pessoas. Vale lembrar que é preciso confirmar presença no evento do Facebook para ter acesso ao prédio.

veja a galeria completa

Reutilizados

Luíza Tiné qui, 06/08/2015 - 15:01

O Absolut Art Bar, que trouxe vida ao antigo prédio do Banco Santander, localizado no Marco Zero, está fazendo o maior sucesso entre o público. O local, que chama a atenção por ser todo decorado com a ideia de uma floresta, onde a natureza ocupa o lugar do caos urbano, teve sua estrutura toda feita com a reutilização de materiais, como peças de demolição e antiquários para cenografia, louças e utensílios de leilões, figurinos de peças de brechó e muito mais. Toda a ideia foi concebida pelo artista plástico paulista Stephan Doitchinoff, através de informações e pesquisas retiradas do livro 10 Billions, de Stephen Emmot. 
@
Para a execução do projeto, Stephan procurou produzir o menos possível de novos materiais. O grande destaque desse garimpo e pesquisa são as plantas, muitas delas centenárias, matrizes de plantas utilizadas por Burle Max em seus projetos, como philodendrom reitz e philodendrom imbe, que integram uma imensa selva caótica espalhada por 300 metros quadrados. Além disso, o espaço conta com pau-brasil, sibipiruna, jabuticabeira com mais de 20 anos e outras espécies da Mata Atlântica em extinção, que foram achadas no viveiro de uma família de jardineiros que está em sua terceira geração e o matriarca trabalhou diretamente com o paisagista. Vale lembrar que, ao final do projeto, todas as plantas serão doadas ao Jardim Botânico do Recife. O Absolut Art Bar segue com programação até o próximo dia 16 de agosto.

veja a galeria completa

Vodka e arte

Jana Constantino ter, 28/07/2015 - 12:55

Depois de passar por Hong Kong, Los Angeles e Munique, o projeto Absolut Art Bar, da campanha global Absolut Nights, chega ao Brasil e o local escolhido, para a nossa sorte, foi o Recife. Para dar vida ao projeto, a marca escolheu o artista paulistano multifacetado Stephan Doitschinoff, que tem carta branca para criar todos os elementos do bar, desde o seu conceito, ambientação, os drinques que serão servidos com a vodka Absolut e todas as atividades que farão parte da programação. O local escolhido foi o prédio histórico onde funcionou o Santander Cultural, no Marco Zero, que vai reunir arte, música, gastronomia e pessoas, sob a curadoria de Stephan. A casa abre neste sábado (1) e funciona até o dia 16 de agosto, com DJs de todos os cantos do Brasil. O Absolut Art Bar by Stephan Doitschinoff terá entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço (300 pessoas/dia).

Páginas

Pesquisa

Publicidade

Facebook

parabéns para

  • 23 Jun Karla Holanda
  • 23 Jun André Falcão
  • 23 Jun Érika Amorim
  • 24 Jun João Carlos Paes Mendonça
  • 25 Jun Antônio Campos
  • 25 Jun William Benício