Para usar e abusar: moletons e hoodies

Luíza Tiné sab, 06/06/2015 - 15:22

Como o Recife não é das cidades com temperaturas das mais baixas no outono/inverno, o ideal para esses dias mais cinzentos termina sendo um moletom ou hooddie – como a peça também é conhecida, que esquenta levemente, na medida certa para alguns programinhas em lugares abertos. Vale investir dos mais lisos ou mesmo nas novas versões, que trazem desenhamos de vários cartoons para deixar o visu um pouco mais descontraído. De acordo com Ana Martha e Celina Bourdon, da Fruit de La Passion, outra aposta interessante são as versões cropped, que deixam a parte frontal mais curtinha e moderna. A peça, que é descolada e absurdamente confortável, é perfeita para um dia inteiro de trabalho e até happy hour no final do expediente. Os composés mais arrojados trazem versões combinadas com alfaiataria. 

Para usar e abusar: look total jeans

Luíza Tiné sab, 23/05/2015 - 14:47

O look total jeans é a aposta da temporada e promete continuar conquistando as mulheres nas próximas estações. Por ser prático, confortável e bonito, o estilo conquistou das moderninhas até as mulheres mais elegantes, disputando o espaço com a básica camisa branca e calça social, tornando-se o tecido mais democrático do guarda-roupa. De acordo com a estilista Keila Benício, à frente da Blu K, esta tendência pode parecer básica, mas é bem versátil e sofisticada. Keila revela que hoje existe diversas opções para sair do convencional e também alerta que esse look funciona tanto com tons semelhantes (jeans escuro com escuro) como com tons contrastantes (jeans médio com escuro).
@
As opções de combinação são inúmeras. Com saias, jaquetas, shorts, vestidos, camisas ou calças. Outra dica é abusar dos coletes, cintos e franjas, assim o visual ganha ar ainda mais fashionista e atual. “O melhor desta tendência é que o jeans é neutro, e por isso, facilita na hora de combinar as peças. Vale misturar lavagens ou mesclar tons diferentes para um visual mais cool. O destaque fica por conta dos detalhes. Correntes, rendas e aplicações dão o toque especial para as produções”, afirma Keila. A estilista também aposta em algumas dicas para tornar a produção mais moderna. Para as que optarem por um look monocromático o ideal é que as peças tenham a mesma cor ou lavagem.
@
Para as que preferirem apostar no tom sobre tom, o que vale é combinar duas peças de lavagens ou cores diferentes, seja o jeans delavê, estampado ou ombré. Já para as mulheres mais ousadas, a dica é complementar o look total jeans com outras peças que não sejam denim. Blazers, jaquetas, coletes e camisas em couro, xadrez ou animal print são bem-vindos. Já para o look não cair na monotonia, a dica é apostar em alguns detalhes. Para complementar, abusar dos acessórios é uma boa alternativa.

 

Para usar e abusar: joia com shape floral

Luíza Tiné sab, 16/05/2015 - 12:52

Não é novidade para ninguém que a flora brasileira está em evidência há algumas estações, estampando calças, blusas, saias e vestidos. A inovação, entretanto, é que no segmento joalheiro também há espaço para tendência floral. A joalheria Pandora, por exemplo, investiu neste temática para lançar a sua nova coleção, intitulada Encantos da Natureza. Nesta nova linha, as flores do campo dão vida a um jardim cheio de promessas e são traduzidas nas joias de prata de lei em diversas possibilidades e formas. 
@
As combinações são únicas e inesperadas, tais como múltiplos anéis de borboleta, que emitem um efeito 3D; corrente de prata de três comprimentos ajustáveis, que permite criações múltiplas de estilo e Charms de Murano, que revelam um mundo botânico dentro das peças. Metais Preciosos, Pedras de Zircônia Cubica Brilhantes e Esmalte Italiano reinterpretam ícones da flora e fauna nas joias da coleção.

Para usar e abusar: mangas 3/4

Luíza Tiné sab, 02/05/2015 - 14:45

No mundo da moda, existe a máxima de que toda mulher precisa ter um vestido pretinho básico em seu guarda-roupa. A peça, que transita dos modelos mais básicos aos trajes de gala, além de versátil também é atemporal. Entre os modelos que mais agradam, os de manga ¾ se destacam. À primeira vista, até parecem sérios demais, mas a verdade é que esta tendência se adapta a qualquer ambiente e dá um ar feminino e moderno, caindo bem até mesmo nas ocasiões mais formais. Práticos e elegantes, a maioria dos modelos cobrem praticamente todo o colo, são acinturados e costumam ter o comprimento acima dos joelhos.
@
De acordo com a estilista Keila Benício, à frente da Blu K, este é um item bastante feminino e sofisticado e se destaca, ainda mais, se aliado à uma terceira peça. “Combinar vestidos com blazers e casaquetos tornam as composições mais charmosas e contemporâneas”, pontua. Segundo a profissional, o item também é ideal para esconder as gordurinhas indesejadas, já que o corte da vez evidencia modelos mais soltinhos ao corpo. No quesito cores, Keila aconselha, para dar um ar mais leve ao visual, investir em estampas geométricas, étnicas e coloridas. Já quem deseja uma produção mais clássica, a dica é apostar no “pretinho básico”. Para arrematar à composição, vale complementar com acessórios e brincar com as possibilidades que as peças permitem.

Para usar e abusar: anos 70

Luíza Tiné sab, 25/04/2015 - 12:19

Nas últimas temporadas, revisitar épocas passadas tem sido uma constante no mundo fashion. A tendência que segue em alta é a moda criada nos anos 1970, afinal, dentro e fora das passarelas, esse período serviu de fio condutor para as principais coleções mundo afora. Na tevê, entretanto, a época nunca esteve tão em evidência. Se em Boogie Oogie, recente novela exibida pela Globo, retratava a era disco, a série Magnífica 70, no ar  na HBO, mostra um outro lado desse período: a relação da ditadura com o cinema brasileiro. Em ambos os segmentos é possível observar uma produção rica em detalhes. Andy Warhol, representante maior do movimento Pop Art, inspirou muitos estilistas a criarem peças coloridas trazendo uma explosão de cores para os anos 1970.
@
Vanguardista, a estilista Magna Coeli trouxe, para a nova coleção da Refazenda, intitulada Liberdade, modelagens com referências aos anos 60 e 70 por meio de peças como macacões, vestidos com silhuetas justas e mix de estampas. “Nos anos 70, as mulheres passaram a investir em um visual unissex, porém sem perder a feminilidade. Saias longas ou curtíssimas caracterizaram o período, assim como as estampas coloridas, chamativas e acessórios exagerados”, pontua Coeli.

Para usar e abusar: camisa branca

Luíza Tiné sab, 18/04/2015 - 11:11

Toda estação pede aquela renovada no guarda-roupa. Você guarda rasteirinhas, vestidinhos e shorts e coloca nas prateleiras e cabides os casacos e as botas. Mas, algumas peças são atemporais e fundamentais para se ter no closet feminino, seja qual for a temporada. A clássica camisa branca é uma delas. Prático e versátil, o item, que há muito tempo deixou de fazer parte dos looks sociais, passou a incorporar estilo e sofisticação a qualquer combinação. De acordo com Keila Benício, diretora e estilista da Blu K, a camisa branca é a peça mais atemporal e versátil do universo feminino, pois combina com tudo e se agrega a qualquer estereótipo, deixando qualquer mulher elegante. Entre as clássicas combinações da peça, destacam-se a calça jeans e a alfaiataria, que proporciona um visual clássico e elegante, ideal para as mulheres que necessitam usar roupas mais formais para trabalhar.
@
O item também cai bem com legging, precisando apenas ser mais soltinha e, de preferência, mais cumprida no bumbum. “Caso você queira usar para trabalhar, aposte em uma regatinha por baixo da camisa e complemente com os acessórios certos. Um blazer também pode ajudar a disfarçar a área do quadril que fica valorizada pela calça legging”, pontua a estilista. Já a camisa branca, combinada à shorts, proporciona mais charme e casualidade á produção. Outra combinação certeira é com saias, que pode variar da mais formal, como a saia lápis, até as mais despojadas, como as minissaias. O blazer ou casaquetos também são ótimos aliados, pois deixam o looks mais estilosos e elegantes. Já se a ideia é deixar o look mais clássico, o preto ou o branco são sempre boas opções. A estilista também reforça que, na nova coleção da Blu k, intitulada Lembranças, a clássica tendência aparece repaginada, com diferentes composés, texturas nos tecidos, recortes em rendas e vários detalhes que transformam a camisa branca tradicional em algo inovador. Para arrematar o visual, Keila orienta, apostar nos acessórios, responsáveis por proporcionar personalidade ao look.

Para usar e abusar: alfaiataria

Luíza Tiné sab, 11/04/2015 - 13:08

Na contemporaneidade, é cada vez mais comum mulheres investirem em uma releitura de clássicos que em outrora eram de uso exclusivo masculino. A alfaiataria, por exemplo, não só faz parte do figurino feminino como também se tornou curinga no closet daquelas que apostam em composições originais, criativas e que acreditam ser possível comunicar-se por meio da moda. Atualmente, com a variedade de produtos que o consumo fashion propõe, as diversas peças inspiradas no guarda-roupa deles prezam pela versatilidade por proporcionarem produções que contemplam diferentes momentos do dia: ocasiões despojadas e também eventos que pedem um quê de sofisticação. “Tudo vai depender, entretanto, da escolha das peças”, é o que diz Magna Coeli, estilista da Refazenda, pois para ela, calças, camisas e vestidos com cortes e caimentos variados são essenciais na hora de fazer um composé bem-sucedido e cheio de charme.

Embora este estilo transite por vários ambientes, é no coorporativo, entretanto, que possui maior número de adeptas. Afinal, para muitas o código de vestimenta empresarial é exigente e cheio de formalidade. Original e sempre em busca de novas possibilidades na maneira de vestir-se e partindo do conceito de que o estilo não só diz muito sobre a pessoa, como também a define, Magna, por meio de sua Refazenda, apresenta peças com design autoral que também podem ser usadas no meio profissional. Para ela, as saias lápis, vestidos - desde que o bom-senso prevaleça - calças e blazers, por exemplo, são opções acertadas para compor uma produção mais formal, porém sem perder o conforto e a personalidade da peça.

Para usar e abusar: looks monocromáticos

Luíza Tiné sab, 04/04/2015 - 10:58

Ao que tudo indica, este inverno será dos mais alegres. A temporada dá um amplo espaço aos looks coloridos que vão além dos tons típicos das temperaturas amenas. Cinza, marrom e preto viram aliados de cores fortes como amarelo, laranja, vermelho e afins propostos com o toque monocromático. Mas como nem tudo deve ser seguido à risca, vale colocar uma peça ou outra no visual, quebrando o padrão, como sugere Fátima Alencar, da maison Moda Internacional, na Jaqueira. Ela afirma que as fashionistas do exterior usaram e abusaram da tendência, brincando com texturas diferentes e apostando em tonalidades da mesma cor, o famoso ton sur ton, que deram uma pegada ainda mais interessante ao look monocromático em pleno outono/inverno 2015.

Para usar e abusar: crepe no inverno

Luíza Tiné sab, 21/03/2015 - 15:37

A cada estação, novos estilos e tendências se destacam como os preferidos entre as mulheres. No inverno 2015, não é diferente. Para a próxima temporada, alguns tecidos aparecem como favoritos, renovando, inclusive, modelagens. Rendas, jacquard, neoprene, couro, mix e patchworks de materiais estão entre os destaques. Para quem busca peças que proporcionem elegância e sofisticação ao look, investir no crepe continua sendo uma alternativa clássica e atual. De acordo com a estilista Keila Benício, à frente da Blu K, o inverno é considerado umas das estações mais elegantes e este promete fazer jus à fama.
@
Na nova coleção da grife, intitulada Lembranças, a tendência tem presença garantida, conferindo mais beleza às composições. E ainda para este ano, a novidade fica por conta do mix sofisticação e esportividade, que promete invadir das vitrines e as ruas. Além disso, a profissional revela, ainda que, por não termos um inverno pesado, o crepe torna-se um excelente aliado, já que não deixa que a pele transpire muito, absorvendo o suor e mantendo o corpo mais fresquinho. Além disso, a peça também cai bem se combinada à produções desde mais básicas até mais arrumadas, transitando do trabalho ao happy hour. O tecido é leve, maleável e você pode investir, de acordo com a ocasião, nas mais diferentes texturas, podendo ser de seda, tafetá ou de cetim.

 

Para usar e abusar: mantas

Luíza Tiné sab, 14/03/2015 - 11:47

Infelizmente, com a degradação do meio ambiente, os próximos invernos tendem a ser mais expressivos. E como o frio pede uma proteção extra, entram em cena para eles os coat blankets, em tradução livres, mantas ou mantôs. O acessório foi amplamente visto neste período de temperaturas mais amenas no Hemisfério Norte e deve chegar com tudo no Brasil. Luiz Peixoto, da Bouteeque, nas Graças, considera que devido ao clima do País ainda não alcançar os graus negativos, a espessura do tecido deve ser mais leve. A peça pode ser utilizada por homens de todas as idades, em padronagens de cor uniforme ou com misturas de tons, com jeans ou estilo mais social. As versões com forma geométricas ou mesmo prints que lembram as pinturas das primeiras tribos indígenas ou cowboys nas Américas estão com tudo.

Páginas

Pesquisa

Publicidade

Facebook

parabéns para

  • 14 Dez Ana Paula Harley
  • 15 Dez Joacir Soares (Joá)
  • 15 Dez Duda Lobo
  • 18 Dez André Campos
  • 20 Dez Pepe Cal
  • 21 Dez Eduardo de Queiroz Monteiro