Arquitetando: móveis planejados

Luíza Tiné sab, 31/01/2015 - 16:33

Um grande desafio para quem adquire um imóvel, faz uma reforma na casa ou decide redecorar os espaços é encontrar móveis que atendam tanto à sua necessidade, quanto à sua expectativa, aproveitando bem esses espaços e agregando a beleza desejada à decoração. É aí que uma grande tendência do mercado entra em cena: os móveis planejados. De acordo com Zelândia Galvão, nome à frente da Evviva Bertolini, loja de planejados na cidade, seja para integrar espaços como cozinha, banheiro, quarto, home theater, adega ou biblioteca, estes móveis tem como vantagens além da eficiência na montagem, personalização e praticidade, se adequando ao gosto do cliente. 
@
Também é possível criar espaços multifuncionais, com efeitos especiais, agregando, inclusive, os móveis convencionais, e até excluir detalhes arquitetônicos inconvenientes. Além disso, é uma excelente sugestão para quem precisa mobiliar espaços pequenos, já que é cada vez mais comum no mercado imóveis com estas características. A tendência garante, além de beleza, possibilidade de aproveitamento de espaço, já que atualmente existe uma variedade de modulações que se adaptam muito melhor aos ambientes. 

Arquitetando: velas e candelabros

Luíza Tiné sab, 24/01/2015 - 16:05

Janeiro é sinônimo de férias para muita gente. E como boa parte segue para curtir o clima delicioso do litoral, a arquiteta Silvana Carrilho, da Construtora Carrilho, separou algumas dicas para deixar a casa de praia com uma vibe ainda mais aconchegante. A sugestão dela para a temporada é explorar velas e candelabros, que podem ser instalados de forma suspensa ou mesmo em degraus alternados das escadas. Pode-se explorar velas de todas as dimensões, que quando estão acesas causam aquele efeito espetacular aos olhos. Outra opção para colocar as velas são as gaiolas de pássaro vazias. Trazem aquele ar vintage, em forte alusão ao cottage chic. Nas mesas de centro e de jantar, esses elementos podem receber também detalhes como pedras, areia, conchas, folhas, galhos, pinhas e outros itens facilmente apanhados ao ar livre. Basta juntar tudo numa simples jarra, taça ou frasco de vidro e dispor para compor.

Arquitetando: Almofadas

Luíza Tiné sab, 10/01/2015 - 17:13

Tanto para quem quer um ambiente mais moderno, quanto para quem enjoa fácil da décor, almofadas com capas divertidas podem dar uma cara nova ao ambiente. Para ousar nos acessórios, o ideal é ter sofá e/ou poltronas lisos e de cores neutras, como o preto, o nude, marrom ou cinza. Desse jeito, você tem toda liberdade para brincar com cores e estampas das almofadas e, quando enjoar, é só trocar. Em várias lojas, como a Casa Modelo da Avenida Rui Barbosa, é possível encontrar modelos e estilos diversos de almofadas. Tem para todos os gostos e para não deixar enjoar do décor da sua casa.

Arquitetando: Quarto pequeno de casal

Luíza Tiné sab, 03/01/2015 - 13:39

Quando o espaço é pequeno, a criatividade e o cuidado com a decoração precisam ser ainda maiores. Um quarto de casal pequeno, por exemplo, pede uma ambientação charmosa e acolhedora, mas que ao mesmo tempo, não prejudique a fluidez dos movimentos. De acordo com Danielle Paes Barreto, uma das sócias do escritório arqmULTI, apostar em espelhos, papeis de parede e acessórios leves, como cortinas, podem ser boas sugestões para decorar o ambiente e criar a impressão de um quarto mais amplo. Outra dica é se livrar do criado-mudo, ou, ainda, aproveitá-lo ao máximo para guardar coisas, já que os móveis precisam ser em pequena quantidade, mas com grande funcionalidade.
@
Quando se trata de um objeto que obrigatoriamente tem que estar lá, como a cama, por exemplo, a sugestão é torná-la funcional. Os modelos box com baú ou gavetões na parte de baixo são uma ótima pedida para guardar malas, enxoval ou cobertores. Quanto às cores, o ideal é que se utilize uma paleta com dois tons, pois cria a sensação de continuidade à decoração e aumenta a sensação de amplitude. Aposte nos tons claros e na madeira tanto nos móveis como no espaço. Para dar cor ao cômodo, o segredo é investir em detalhes, como almofadas e mantas coloridas. 

Arquitetando: Estampas geométricas do piso ao teto

Dayw Villar dom, 30/11/2014 - 19:35

Mais uma vez, moda e decoração unem-se em nome de uma mesma tendência: estampas e recortes geométricos. Referência nos anos 70, as peças marcadas por estilos psicodélicos, coloridos e monocromáticos voltam à cena, proporcionando um ar moderno e contemporâneo aos ambientes. O estilo, que utiliza itens decorativos geométricos, gravuras de círculos, quadrados e zigue-zague foi repaginado e faz par com cores e desenhos ousados e vivos, que ajudam a criar um ritmo de continuidade para o ambiente.
@
De acordo com Danielle Paes Barreto, uma das sócias à frente do escritório arqMULTI, o estilo é super versátil e sofisticado, por isso é a escolha certa para quem quer decorar com personalidade. A profissional também ressalta que o estilo, aliado a cores mais vibrantes, pode ser aplicado em gravuras, revestimentos ou itens decorativos, como em tecidos de almofadas, azulejos, pisos, papéis de parede e itens como quadros e móveis. Para os menos ousados, a dica da profissional é investir em tons neutros e forma única, uma vez que o próprio desenho já chama a atenção.Seguindo este princípio, a mistura de diferentes estampas geométricas em cores parecidas (como diferentes tons de azul) casam muito bem com um estilo de decoração mais clássico sem perder o toque atual.
@
Outra forma muito bacana de adicionar padrões geométricos é a utilização destes formatos em acessórios que são fonte de luz. Abajures que possuem detalhes com ângulos retos marcantes, como aqueles com uma base hexagonal, ou um arranjo circular com velas de diferentes tamanhos na mesa de centro, além de serem muito bonitos mesmo quando estão apagados, produzem um jogo de luz único e extremamente charmoso quando são acesos. Para a arquiteta, a cautela deve ser em relação aos excessos. “É necessário tomar cuidado para não sobrecarregar a aparência do ambiente. Procure criar uma harmonia com os outros objetos do cômodo. Assim, é garantido obter um ambiente sofisticado e atualizado”, finaliza Danielle.

Arquitetando: Adesivando ambientes

Dayw Villar dom, 23/11/2014 - 10:30

Ao decorar uma casa, uma das fases mais importantes é harmonizar a decoração. Combinar cores e estilos é um desafio que pode custar caro. Uma alternativa para ter uma decoração elegante e personalizada é utilizar adesivos de parede, que se tornaram tendência por sua versatilidade,  preço baixo e alta durabilidade. À frente da Iupi Ambientes Criativos, empresa especialista no desenvolvimento e aplicação desse material, Carol Figueiredo afirma que a adesivação de paredes garante um toque extra de personalidade ao ambiente. A peça escolhida pode ser desenvolvida com o time de design e adequar ao gosto de cada um. Além de também não danificar as superfícies aplicadas, os adesivos acrílicos podem ainda ser utilizados em móveis e eletrodomésticos. 
@
Para salas, quartas, cozinhas ou banheiros, uma boa alternativa são os adesivos de parede florais, que combinam com quase todo tipo de decoração e adicionam um toque de requinte. Outra opção interessante são os adesivos com frases e mensagens inspiradoras. Ana Cristina Moura e Lucianna Pimentel, da Ornare Recife, ressaltam a versatilidade e as várias opções de aplicação dessas peças. 
@
De acordo com Izabel Farias e Rosa Menezes, da Villa Pietra, em Boa Viagem, em caso de dúvida na hora da combinação, o ideal é escolher uma peça em apenas uma cor, pois ficará mais fácil combinar o resto da decoração. Outra dica valiosa da dupla é dar preferência a um desenho que tenha relação com a personalidade da família e com o uso do local. Em uma casa com pessoas irreverentes, por exemplo, desenhos engraçados e criativos se enquadram ao contexto. 
Por sua vez, pessoas mais tradicionais podem optar por desenhos clássicos, como flores, arabescos ou árvores. E para o quarto de crianças, deve-se considerar o desejo delas para a escolha dos adesivos, tanto em relação à cor, quanto ao tema. 

Arquitetando: Integrando Ambientes

Dayw Villar sab, 08/11/2014 - 11:07

Não é apenas o tamanho de uma residência que define se ela é ou não espaçosa, mas também o quanto os ambientes estão compartimentados ou integrados entre si. É possível conseguir ótimos resultados em poucos metros e também ficar com a sensação de pouco espaço quando há muitas paredes separando ambientes que não precisam ser isolados. Desde 1970, surgiram, em Nova York, os lofts, que revolucionaram a arquitetura ao abolir as divisões entre cômodos e criar amplos espaços integrados. 
@
Para quem gosta de receber, integrar os ambientes garante fluidez, além de amplitude visual, física e uma diversidade de atividades sem exigir deslocamentos pela casa quando ela está cheia de visitas. Nos últimos tempos, living, varanda, cozinha e home theater se tornaram um só ambiente, multiplicando sua beleza, funcionalidade e amplitude. O segredo é, além da derrubada de paredes, ousar e tirar proveito de móveis com diversos usos e portas especiais, apostar em uma paginação interessante para o piso, combinação criativa para os tecidos e, claro, exagerar nas doses de conforto e prazer. "Mais do que derrubar paredes, integrar ambientes exige planejamento e ousadia. Cores, móveis e obras de arte podem harmonizar espaços, criando a sensação de continuidade em toda a ala social. O importante é combinar corretamente elementos, transmitindo uma linguagem única, sem abrir mão da personalidade de cada cômodo”, comenta Bruna Lobo, uma das sócias à frente do arqMULTI.
@
Um dos cômodos mais comuns de ser integrado é a cozinha. Para quem gosta de cozinhar e receber os amigos, unir o cômodo à sala pode ser a solução perfeita para o lar. Outra sugestão seria criar uma estante vazada até meia altura separando a sala da cozinha, que, aí, dispensaria forro. Se desejar uma saída mais simples, a dica é optar por um balcão, que reúne e, ao mesmo tempo, delimita.“No que diz respeito à arquitetura de forma geral, este padrão já é adotado e recomendado para as novas construções, pois proporciona sensação de amplitude e normalmente aumenta a luminosidade do ambiente, além de realmente cumprir a função de integrar os ambientes e as pessoas”, ressalta Bruna. Outra dica é manter a unidade na decoração e na cor e não esquecer dos acessórios. “Cores claras ampliam o ambiente, o que é ótimo para locais pequenos. Se for para dar cor, o melhor é eleger uma parede só, e deixar o resto com uma base neutra para não carregar o ambiente. Tem que ter cortina, caso contrário a sala fica vazia, mas pode ser algo mais leve”, defende a arquiteta.

Arquitetando: Pisos

Dayw Villar sab, 25/10/2014 - 14:28

Com a agitação da vida diária nos dias de hoje, muitos jovens e casais recém-casados têm optado por residir em um apartamento pequeno. Seja pela comodidade ou pela facilidade de manutenção, essa é a alternativa preferida por quem passa muito mais tempo fora de casa que no conforto do lar. Quando a residência é pequena, no entanto, é importante integrar ambientes de forma que a idéia de amplitude fique em evidência.
@
Para Izabel Farias e Rosa Menezes, nomes à frente da Villa Pietra, loja especializada em pisos e revestimentos, nem sempre derrubar paredes da sala de estar e de jantar, deixando  a cozinha à mostra é a melhora saída. Nesses casos, a opção mais eficaz é, sem dúvida, apostar no piso ideal para compor os ambientes. Segundo a dupla, os laminados em madeira são perfeitos para quartos, salas e cozinhas. Com a tecnologia usada atualmente, esse tipo de material imita a madeira, tem a mesma textura e aparência, mas vem com um tratamento especial que permite que alguns respingos de água caiam sem danificá-los. Já se a ideia e compor um local mais clean, as empresárias sugerem um piso frio ou um porcelanato, que pode ser fosco ou brilhante e imitar pedra e madeira. Esse tipo de piso dá para ser usado tanto em salas quanto em cozinhas e conferem uma noção de mais espaço entre os cômodos.  Outra boa opção é apostar no piso vinílico,  aquele que lembra uma cobertura plástica, e, ao contrário do piso frio, retém mais calor, resultando em uma temperatura mais amena. 

Arquitetando: Molduras

Dayw Villar sab, 27/09/2014 - 18:44

As várias formas de combinar molduras nas paredes dão harmonia e beleza a qualquer ambiente. Dispor o item de forma simétrica ou formando uma prateleira valoriza as ideias que envolvem as decorações personalizadas. Para combinar os vários tipos e tamanhos existentes no mercado, Fabiana Haluli, que comanda a HR Haluli, avisa que é preciso apenas usar e abusar da criatividade, levando em considerações algumas dicas  que vão ajudar a acertar em cheio na composição de uma parede com molduras. 
@
Para salas, o mais indicado é usar as de formato diversos, como porta-retratos quadrados com fotos da família, por exemplo, ou as arredondadas e retangulares. Uma boa opção é seguir a “Forma maior”, na qual as molduras maiores ficam ao centro e as menores ao redor, em forma de círculo. Já para quartos de jovens e crianças, a sugestão mais adequada é combinar as molduras na vertical e horizontal, em formato de prateleira, resultando em uma parede leve e harmônica. As de tamanho simétrico, dispostas ao lado ou abaixo uma das outras, casam muito bem em cozinhas. Em escritório ou home Office, o formato eixo central, que combina molduras quadradas verticais e horizontais de diversos tamanhos é considerado o mais apropriado. 

Arquitetando: Pratos na Parede

Thayanne Sales sex, 19/09/2014 - 14:24

Parece porcelana da casa da avó, mas com uma pegada mais moderna. No quesito decoração do ambiente, os pratos pendurados na parece estão com tudo. Além de lindos e harmônicos, os objetos ainda podem ser fatores de humanização na décor, quando contam a história dos donos da casa, por exemplo, com artigos de viagens, heranças, etc. Na Casa Modelo, loja referência em decoração no Recife, as opções de porcelana são variadas, com cores monocromáticas e complementares. Decoradores sugerem que os pratos fiquem dispostos uns sobre os outros ou componham o espaço com objetos de decoração. Na Decor 8, marca presente no universo online há dois anos e que inaugura a primeira loja física no dia 16 de setembro, em Piedade (PE), as sugestões são marcadas pelas cores e pelos traços marcantes. Para fixá-los na parede, o caminho mais fácil é usar a furadeira e comprar suportes específicos para pendurar pratos. Outra opção é usar as fitas fixadoras de silicone, daquelas para ambientes externos, ou durepox.

Páginas

Pesquisa

Publicidade

Facebook

parabéns para

  • 25 Mai João Henrique de Almeida
  • 27 Mai Luciana Roma
  • 27 Mai Ricardo Brennand
  • 27 Mai Roberta Jungmann
  • 28 Mai Garibaldi Chianca
  • 29 Mai Cyndia Vaz