Madrinha LGBT

Jana Constantino qui, 13/09/2012 - 09:35

          

Na semana em que acontece a 11ª Parada da Diversidade de Pernambuco, a revista eletrônica Label, voltada para o público LGBT, traz na capa a polêmica Maria do Céu. Dona de uma das boates gays mais conceituadas do Norte e Nordeste - Clube Metrópole -, Maria falou sobre experiências homossexuais. “Tem mulheres que me despertam desejo. Eu sempre amei homem, sempre sofri por homem, mas eu não dispensaria sexo lésbico de jeito nenhum. Eu sou uma bissexual não praticante, mas se aparecer uma mulher especial na minha vida eu vou viver intensamente. Quem sabe daqui um tempo eu posso contar uma história minha com outra mulher”, disse a madrinha da Parada da Diversidade.
@
Maria falou também da falta de leis que protejam a comunidade LGBT. “Faltam leis. Os políticos quando querem fazem atrocidades, criam leis absurdas. Tem que haver lei que proíba os pastores de julgarem a sexualidade humana. Sexo com amor é mais gostoso, então coloca a camisinha e pronto. Eu não acredito nisso que tem que haver um modelo de família”. Em tempo, a Parada da Diversidade ganha as ruas da Avenida Boa Viagem neste domingo (16), a partir das 9h.

comentários

Pesquisa

Publicidade

Facebook

parabéns para

  • 25 Jan Zé Maria Sultanum
  • 25 Jan Jacó Stambonsky
  • 26 Jan Danielle Hoover
  • 26 Jan Terezinha Nunes
  • 26 Jan Nelsinho Caldas
  • 27 Jan Paulo Sérgio Macedo