Reutilizados

Luíza Tiné qui, 06/08/2015 - 15:01

O Absolut Art Bar, que trouxe vida ao antigo prédio do Banco Santander, localizado no Marco Zero, está fazendo o maior sucesso entre o público. O local, que chama a atenção por ser todo decorado com a ideia de uma floresta, onde a natureza ocupa o lugar do caos urbano, teve sua estrutura toda feita com a reutilização de materiais, como peças de demolição e antiquários para cenografia, louças e utensílios de leilões, figurinos de peças de brechó e muito mais. Toda a ideia foi concebida pelo artista plástico paulista Stephan Doitchinoff, através de informações e pesquisas retiradas do livro 10 Billions, de Stephen Emmot. 
@
Para a execução do projeto, Stephan procurou produzir o menos possível de novos materiais. O grande destaque desse garimpo e pesquisa são as plantas, muitas delas centenárias, matrizes de plantas utilizadas por Burle Max em seus projetos, como philodendrom reitz e philodendrom imbe, que integram uma imensa selva caótica espalhada por 300 metros quadrados. Além disso, o espaço conta com pau-brasil, sibipiruna, jabuticabeira com mais de 20 anos e outras espécies da Mata Atlântica em extinção, que foram achadas no viveiro de uma família de jardineiros que está em sua terceira geração e o matriarca trabalhou diretamente com o paisagista. Vale lembrar que, ao final do projeto, todas as plantas serão doadas ao Jardim Botânico do Recife. O Absolut Art Bar segue com programação até o próximo dia 16 de agosto.

veja a galeria completa

Vai, Safadão!

Jana Constantino dom, 02/08/2015 - 17:16

Wesley Safadão provou que é mesmo um dos fenômenos da música brasileira da atualidade. Na noite deste sábado (1), o forrozeiro reuniu mais de 40 mil fãs na área externa do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para gravar mais um DVD. Aliás, ele foi pioneiro na empreitada: o primeiro artista Nordestino da nova geração a gravar um DVD fora da região de origem. Passava das 23h quando a banda entoou os primeiros acordes da música “Leva eu pra tua casa”, já cantada em coro pela multidão. 
@
Aliás, o show foi recheado de grandes sucessos da carreira do cantor. Hits como “Camarote”, “Gelo na balada”, “Sextou”, “Sou ciumento mesmo”, “Vou dar virote”, “Eu vou pagar pra ver” não ficaram de fora. Foram pouco mais de duas horas ininterruptas de show. Tudo redondinho, sem nenhuma repetição de músicas. Entre as novidades, 12 músicas inéditas. Destaque para “Você não me esqueceu”, que contou com participação especial de Jorge, da dupla Jorge & Mateus. Único convidado da noite, o sertanejo ainda cantou duas músicas enquanto Wesley fazia a troca de roupa nos bastidores.
@
Depois de pouco mais de duas horas de gravação, Wesley se despediu do público, encerrou o DVD, saiu do palco e mandou que os fãs esperassem porque a festa não tinha acabado. O forrozeiro voltou com novo look para comemorar o sucesso do show. Incansável, cantou por mais uma hora, para a felicidade do público que não arredou o pé. Passava das quatro da manhã quando Wesley ainda fez participação especial no show do jovem sertanejo Jefferson, vencedor do quadro Os Iluminados, do Domingão do Faustão. O show aconteceu dentro das dependências do Mané Garrincha.
@
No canto esquerdo do palco, o camarote da Luan Promoções, sob o comando de Luiz Augusto Nóbrega, Rogério Paes e Renan Nóbrega, reuniu produtores e empresários de todo o País, além de boa parte da família de Wesley Safadão, incluindo os filhos Yudi (4 anos) e Ysis (1). Também por lá o carismático Gominho, que distribuiu selfies e snaps durante toda a noite. Do Recife, marcaram presença Cacau e Augusto Acioli, Bruno Ramos, Chico Acioly, Carlito Asfora, Alexandre Catão.

 

veja a galeria completa

Axé e casa cheia

Jana Constantino sab, 01/08/2015 - 16:39

O Baile Perfumado recebeu um bom público na noite desta sexta-feira (31), para prestigiar a turnê Baiuno do cantor Saulo Fernandes. Com ingressos esgotados e casa cheia, o baiano agitou o público três horas de um show cheio de hits, canções inéditas e muita energia. No repertório especial da noite, além das 13 canções músicas do álbum Baiuno, Saulo surpreendeu os fãs cantando sucessos do forró, como Forró no Escuro e Xote das Meninas, de Luiz Gonzaga, e Ai que Saudade D'Ocê. Apaixonado declarado pelo Recife, o cantor ainda relembrou canções que marcaram sua carreira e clássicos do axé. As músicas Anjo, Tão Sonhada, We Are Carnaval e Chame Gente foram cantadas em coro pelos fãs. A apresentação foi palco ainda para um pedido de casamento, devidamente abençoado pelo músico. A banda Citrus Clube foi a responsável por abrir a noite.

veja a galeria completa

Dez Bilhões

Luíza Tiné sab, 01/08/2015 - 13:39

O antigo prédio do Santander, localizado no coração do Recife Antigo, abriu as portas para dar espaço ao mais novo projeto que promete ser a sensação da noite recifense nos próximos três finais de semana: o Absolut Art Bar. Convidado pela famosa marca sueca de vodkas, o artista plástico Stephan Doitchinoff, de São Paulo, foi o responsável por idealizar todo o local, trazendo uma floresta densa para dentro da capital. Através de informações e pesquisas retiradas do livro 10 Billions, de Stephen Emmot, Doitchinoff transformou o espaço em um universo paralelo onde a espécie humana, ao atingir 10 bilhões de habitantes, foi quase extinta e agora vive em um mundo onde as plantas dominaram a civilização. Na noite desta sexta (31), aconteceu a inauguração do Absolut Art Bar no Recife, apenas para convidados, que contou com a presença do casal global Felipe Andreoli e Rafa Brites. Responsáveis pela trilha sonora estavam os DJs Selvagem e Elohim.
@
Espalhados pelos mais de 300 metros quadrados e três andares, estão bares com drinks exclusivos feitos à base da vodka Absolut e pista de dança no térreo, onde estão os resquícios da civilização como tambores, escadas em aspiral, banheiras, postes pelo chão e as tão faladas plantas arrodeando o local - por sinal, todas elas serão doadas ao Jardim Botânico do Recife ao término do projeto. No primeiro andar, uma sala secreta onde os visitantes tem uma experiência de dez minutos, completamente diferente do espaço do lado de fora: lá, a música e os drinks são outros e podem ser encontradas diversas edições de colecionadores de garrafas da marca. O espaço mais disputado, no entanto, promete ser o rooftop no último andar, ao ar livre, que proporciona a vista única de todo o Recife Antigo e abriga o palco onde os shows serão realizados.

As intervenções artísticas de Stephan Doitchinoff se encontram não só na concepção do espaço mas também no cardápio de drinks, que também foi concebido por ele. Entre as opções estão o Love Guava: Mosca das Frutas, feito com Absolut regular, manjericão, xarope de morango, suco de goiaba, citrus e fatias de goiaba; o Homem x Máquina, de Absolut Pears, chá de casca de abacaxi com capim santo, caldo de cana, aromatic bitters e folhas de capim santo e Rainha Mãe Decapitada, feito com Absolut regular, mel, sorvete de manga, suco de umbu e manjericão. O mailing da noite foi assinado por Allana Marques e Ana Garcia, e entre os convidados estavam Fred Zero Quatro, Victor Camaroti, Rebeka Guerra, Tatiana Canto, Júlio Cavani, Cláudia Ayres, Pepe Jordão, Bianca Branco, Geraldo Figueiroa, Isabella de Roldão, Kaká Marinho, Patrícia Cardoso, entre outros. O Absolut Art Bar Recife estará aberto ao público a partir deste sábado (1), às 19h, ao som dos DJs Júnior C (SP) e Lúcio Morais. No domingo (2), se apresentam Allana Marques e Lia Paris (SP).

veja a galeria completa

Pedalada

Jana Constantino seg, 27/07/2015 - 12:30

A estilista Cyntya Verçosa estreou, no último domingo (26), o projeto “De Bike Com Cyntya”, que foi proposto como a primeira pedalada do Recife voltada para noivas. Ela recebeu as casadoiras, amigas e profissionais do segmento para café da manhã reforçado no garden do seu atelier, em Piedade, com delícias supervisionadas pela nutricionista Tarcila Lacerda. O grupo, com dezenas de participantes, partiu de Piedade e passou pela Avenida Boa Viagem rumo ao Pina/RioMar, voltando à Piedade pela Avenida Domingos Ferreira. Foram cerca de 25km de pedalada com suporte feito pela equipe de rebatedores da Bike10. Quem participou da ação doou alimentos não perecíveis em prol da ONG Reaviva Brasil, que foca em meninas em situações de abuso sexual, exploração e abandono.

veja a galeria completa

Aprovado

Jana Constantino dom, 26/07/2015 - 16:45

A primeira edição do festival Mistura Loka, que substituiu O Maior Show do Mundo, agradou na área externa do Centro de Convenções, neste sábado (25). O público não foi dos maiores, mas a maratora de shows e a estrutura do evento foram sem defeitos. A noite teve início com os clássicos do forró, interpretados por Dorgival Dantas. Seguido por Claudia Leitte, a cantora fez questão de declarar seu amor pela cidade e deixou claro como se sentia à vontade por cantar no Recife. A loira levantou o público com sucessos do axé, entre eles Matimba, Me Chama de Amor e Corda do Caranguejo, que se juntaram a Signs, novo single inglês da loira apresentado no evento.
@
Os mais aguardados da noite, Henrique e Juliano entoaram seus maiores sucessos, cantados em coro junto com os fãs. O público eufórico acompanhou a dupla nos sucessos Cuida Bem Dela, Recaídas e Até Você Voltar, deixando claro a paixão da cidade pelo estilo musical e comemorando a escolha do Recife para a gravação do DVD. A banda Aviões do Forró foi a responsável por fechar o evento, aprovado pelo público.  

veja a galeria completa

Deu deep

Jana Constantino dom, 26/07/2015 - 15:21

A noite da última sexta (24) ganhou baladinha nova na Zona Norte. Os notívagos amantes da nova vertente da música eletrônica, o deephouse, se reuniram para conferir a estreia da festa Deephouse Club, no Bazza Bar, no bairro do Parnamirim. Gustavo Rocha e Orlando Etiel, idealizadores do evento, escalaram os DJs Caverna e Elias Cabuzz, queridinhos das baladas da cidade, para comandar o début. A a dupla incendiou a pista com hits e remixes que misturavam elementos do Jazz e do Funk com um toque de Soul music. O 'Club' promete entrar no calendário dos agitos mais badalados da cidade.

veja a galeria completa

Mistura RJ-PE

Jana Constantino dom, 26/07/2015 - 14:48

A balada carioca Bootie Rio juntou-se a pernambucana Maledita, festa pop do selo Golarrolê, de Allana Marques e Lucas Logiovine, e o resultado não poderia ser outro: sucesso! Batizada de ‘Malebootie’, a festa rolou neste sábado (25), na San Sebastian, e foi até o raiar do dia, com ingressos esgotados. O controle das picapes ficou dividido entre os residentes das duas festas. No time da Maledita estavam Allana Marques, Xande Medeiros, Thikos e FuckyeahGuigs. Do outro lado, os convidados Original DjCopy, da Sem Loção, e Fabiano Moreira, da Bootie RJ. O setlist foi repleto de música pop e mashups. Foram duas pistas, uma na área externa (Pista Lacre) e uma na área interna (Pista Club).

veja a galeria completa

Sobe o Som: Banda Boquita

Luíza Tiné sex, 24/07/2015 - 19:43

Eles eram amigos ainda dos tempos de colégio. Nos intervalos das aulas, com eles, a batucada era garantida! Era o último ano, todos queriam fazer algo diferente, e acima de tudo, continuar com a amizade e bom humor dos tempos do recreio - foi aí que veio a ideia de fazer uma banda e assim, surgiu a Boquita. O grupo é formado por João Victor (vocal), Alberto - Bebeto (bateria), Matheus (baixo), Rafael (violão) e Alvinho (guitarra), que definem o estilo deles como irreverente, já que no palco, fazem uma mistura: mesclam forró com swingueira, brega, arrocha, sertanejo e muito mais. Todos eles são jovens, universitários, estagiários, mas apesar da rotina corrida, levam o trabalho de maneira profissional há um ano e até o final de 2015, já estão com shows marcados para levar o seu som para outros estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.
@
O nome da banda surgiu também pelos corredores do Colégio Motivo. Um dos amigos dos meninos usava a palavra "boca" como gíria para completar as frases e se encaixou para o nome da banda, que com algumas alterações, acabou ficando Boquita. Os meninos contam que a marca registrada deles no palco é a alegria: "A gente tenta estar sempre de alto astral, pois acreditamos que o público não se anima com uma banda parada. Todas as nossas apresentações são pura diversão", conta o baixista Matheus. Apesar da personalidade até parecida - todos são brincalhões e estão sempre sorrindo - os garotos tem gostos musicais diferentes. Enquanto um gosta de rock and roll, outro gosta de reggaeton, outro gosta de pagode, outro de brega. Mas juntos, se esforçam para estudar o forró e se aperfeiçoar musicalmente. Sobre a constante busca da profisisionalização e melhora, Bebeto, o baterista, comenta: "Existe o preconceito com o forró, as pessoas acham que é fácil, mas não é. Existem músicos de outros estilos que não conseguem fazer o que os grandes forrozeiros fazem".

Também em comum eles mantém a admiração por Ramon Schnayder, que é para todos uma referência musical. O vocalista João Victor pontua que o show do cantor paraibano é bem parecido com o da Boquita, e eles sempre que podem, tentam assistir não só para se divertir, mas para de fato, aprender. Outros grandes nomes como Weslley Safadão e Gabriel Diniz também servem de inspiração para os rapazes. Recentemente o grupo completou seu primeiro ano de carreira com festão que teve ingressos esgotados - para eles, foi um momento único e emocionante, tendo em vista que aquilo é fruto do trabalho de todos juntos. Eles comentam também que tem a prática de se reunirem antes e depois dos shows para rezar, pedir luz e agradecer pela oportunidade. Pelo Recife, eles tocam em festas particulares e em todas as casas de shows.
@
Donos de bordões como "Puxa minha banda" e "Swing do Gordão", a Banda Boquita está se preparando para lançar o primeiro promocional, que vai vir acompanhado de duas novas músicas inéditas e autorais - para completar o time que já começa com "Melhor Assim", tocada em todo show -  e de grande festa de lançamento. Além de viajar para o sul do país até o final do ano, os meninos também pretendem viajar mais para fora de Recife, cidades do interior do Estado e também por todo o Nordeste, já que o forró tem uma boa aceitação na região e eles querem crescer ainda mais. E é isso que a coluna deseja para os meninos: crescimento e sucesso! O trabalho da banda pode ser acompanhado pelo perfil deles no Facebook e no Instagram. Confira a galeria de imagens feita com os meninos da Banda Boquita por Paulo Uchôa, do LeiaJá Imagens:

veja a galeria completa

Prato Cheio: Rock&Ribs Lounge Recife

Luíza Tiné sex, 24/07/2015 - 18:38

Desde a sua inauguração, o pólo gastronômico dos Armazéns do Porto, no Recife Antigo, vem sendo preferência dos recifenses que optam por saborear comida de qualidade com a vista única para o Parque das Esculturas de Brennand, que fica no meio do encontro do Rio Capibaribe com o mar. Quando o assunto é almoço e jantar, mas principalmente happy hour com direito a clone de bebidas, a Rock&Ribs Steakhouse - Lounge Recife, ganha destaque entre os restaurantes lá localizados. Totalmente inspirada nos conceito de 'casual dining', popular nos Estados Unidos, a casa conta com um cardápio repleto de carnes nobres, petiscos, chopp geladíssimo, drinks variados e uma trilha sonora dedicada somente ao rock and roll não só na música ambiente, mas também nos shows realizados semanalmente de quarta a domingo.
@
A decoração do espaço também é de chamar a atenção - caricaturas de grandes nomes da música como Bono Vox, Amy Winehouse, Freddie Mercury, Mick Jagger, Elvis Presley, Chris Martin e tantos outros, ocupam uma parede inteira, enquanto o bar exibe uma fotografia gigante do astro BB King cercada por lâmpadas anexas a pratos de baterias, além da guitarra enorme no teto. O carro-chefe da casa são as tradicionais costelinhas de porco, que parecem na composição de vários pratos do cardápio. Como opções de entradas, as mais pedidas pelo público são as Mountain Fries (R$32) que é, literalmente, uma montanha de batatas-fritas cobertas com cheddar e bacon; o Pastelzinho de Costela (R$29,90), diferente de qualquer pastel tradicional de boteco e o Rock Trio 1 (R$38,90) que serve bem três ou mais pessoas (dependendo da sua fome!) com porções de onion rings, costelinhas e batatas-fritas.
@
E já que a especialidade da casa são carnes nobres, um bom hambúrguer não poderia ficar de fora. O Everest (R$38,90) faz jus ao nome - são simplesmente 400 gramas de carne! A Costela Rock Barbecue Original Ribs (R$48,90) é uma ótima pedida para acompanhar o chopp da casa (R$7,90), que é conhecido por ser servido bem gelado. Os pratos executivos também compõem o menu a partir de R$25,90, como o Rock Filé, servidos com medalhões da casa e mais dois acompanhamentos à gosto do cliente, além da saladinha. Para completar, o T-Bone (R$53), exclusivo de lá, que combina duas partes nobres do boi: o miolo do filé mignon e o final do contrafilé (chorizo). Parece comida de desenho animado, mas o sabor é bem real - e muito bom! Como sobremesa, a pedida é o Rock Brownie (R$22,90).
@
Os drinks elaborados por lá também merecem destaque. Entre as opções alcóolicas, além do chopp, estão a Piña Colada (R$23), de gosto doce e suave; a Marguerita Blue (R$19,50) que tem uma apresentação diferente da tradicional pela cor azul e o Red Heart (R$17), queridinho da casa, que é servido com um charmoso picolé em forma de guitarra. Já no quesito sem-álcool, estão a Rock Bubble Lemonade e a Rock Bubble Apple, ambas custando R$8,65, que misturam refrigerante com xarope de frutas, resultando num gosto interessante. O Rock&Ribs está fazendo sucesso - é difícil não encontrar a casa cheia, principalmente nos dias de show. O restaurante disponibiliza pagers para os clientes que aguardam pela liberação de mesas no bar ou em qualquer lugar dos armazéns, o que é um ponto positivo, além de ter também um bom atendimento. Uma mistura de comida de qualidade, boa música e ambiente agradável com uma vista espetacular. Recomendamos! 

veja a galeria completa

Pesquisa

Publicidade

Facebook

parabéns para

  • 18 Dez André Campos
  • 20 Dez Pepe Cal
  • 21 Dez Eduardo de Queiroz Monteiro
  • 22 Dez Armando Pugliesi Filho
  • 22 Dez Daniella Gusmão
  • 22 Dez Sérgio Moury Fernandes